quarta-feira, 2 de julho de 2008

Concurso público -Estado do Amapá (Prefeitura Municipal de Santana)

 

Conhecimento Especificos (CTBMF)

 

21- Das situações a seguir, em relação a um terceiro morar inferior,
a que sugere maior dificuldade durante a exodontia é:

(A) dente retido;
(B) dente impactado;
(C) dente incluso;
(D) dente ectópico;
(E) dente incluso anquilosado.


22- NÃO é uma indicação para exodontia de um terceiro molar retido:
(A) indicação ortodôntica;
(B) erupção difícil associada à história de pericoronarite;
(C) formação secundária de um cisto folicular;
(D) reabsorção por pressão dos dentes adjacentes;
(E) alterações patológicas não diagnosticadas em torno do dente
retido de um paciente imunodeprimido.


23 - Podem ser citadas como medidas pré-operatórias para uma
cirurgia oral menor:
(A)bochecho com clorexidine a 0,2% por 2 minutos e desinfecção
da região perioral com peróxido de hidrogênio a 3%;
(B) bochecho com formaldeído a 10% e tamponamento com gaze
furacinada;
(C) síntese com adesivos teciduais e anestesia;
(D) antibióticoterapia e hemostasia com cera cirúrgica;
(E) exérese e síntese.


24 - O retalho indicado para cobrir defeitos e realizar uma
vestíbuloplastia submucosa é o:

(A) total paramarginal;
(B) epitelial;
(C) mucoso;
(D) mucoperiostal;
(E) dividido paramarginal.


25 - O fechamento primário da ferida ocorre quando:
(A) a cicatrização se dá após a precisa reflexão do retalho e pelo
seu reposicionamento adequado mantido pela sutura;
(B) temos que reintervir com bandagens sobre a ferida, após o
rompimento acidental da sutura;
(C) deixamos a ferida aberta e exposta ao meio bucal;
(D) preenchemos a loja óssea com osso autógeno fixado por
meio de parafusos;
(E) a sutura feita com fio reabsorvível é realizada após 48 horas
da cirurgia.


26 - Durante o pré-operatório de um paciente com história de
febre reumática, a orientação terapêutica necessária é:

(A)nenhuma, pois o paciente não possui enfermidade de risco
no momento;
(B) descongestionante e corticoterapia profilática;
(C) antibiótico terapia profilática com antibiótico de amplo espectro;
(D) o uso de medicamentos profiláticos pode interagir com os
medicamentos usados pelo paciente;
(E) antiinflamatórios salicilatos por causa do risco de trombose
cardíaca.


27 - Uma imagem radiolúcida unilocular aderida ao ápice de um molar
inferior, observada em um Rx periapical sugere que tipo de lesão:

(A) osteoblastoma;
(B) cisto “baia”;
(C) cementoblastoma benigno;
(D) odontoma composto;
(E) osteoesclerose idiopática.


28 - Sobre o Cisto Dentígero NÃO é correto afirmar que:
(A) apresenta-se radiograficamente como uma imagem radiolúcida
circunscrita relacionada ao ligamento periodontal;
(B) possui imagem unilocular comum em dentes inclusos;
(C) pode ser chamada de Cisto folicular;
(D) possui imagem radiográfica radiolúcida circunscrita
relacionada à coroa de um dente incluso;
(E) é visto em exame radiográfico periapical rotineiro, mas as vezes
precisamos também de um Rx panorâmico.


29 - Das lesões a seguir, a que tem característica radiográfica
radiolúcida é:

(A) cementoblastoma benigno;
(B) hipercementose;
(C) odontoma complexo;
(D) ameloblastoma;
(E) odontoma composto.


30 - Marque a opção que exemplifique somente estruturas
anatômicas radiopacas:

(A) lâmina dura, processo alveolar e septo nasal;
(B) septo nasal, forame lingual da mandíbula e forame incisivo;
(C) lâmina dura, câmara pulpar e espaço do ligamento periodontal;
(D) fóvea submandibular, seio maxilar e espaço pericementário;
(E) canal mandibular, seio maxilar e septo nasal.

31- São acidentes anatômicos maxilares que podem, mais
comumente, atrapalhar a visualização da região apical do segundo
molar superior:

(A) forame incisivo e seio maxilar;
(B) forame infraorbitário e forame incisivo;
(C) forame mentoniano e fóvea mandibular;
(D) processo zigomático e tuberosidade;
(E) canal mandibular e forame mentoniano.


32- O antibiótico de largo espectro de primeira escolha para
pacientes alérgicos à penicilina é:

(A) tetraciclina;
(B) amóxicilina;
(C) clindamicina;
(D) ampicilina;
(E) cefalexina.


33-Em uma tomada radiográfica oclusal da maxila, as estruturas
anatômicas evidentes são:

(A) forame incisivo e forame submandibular;
(B) limites do seio maxilar e processo alveolar da maxila;
(C) forame mentoniano e canal mandibular;
(D) forame mentoniano e arco zigomático;
(E) côndilo da mandíbula e tuberosidade maxilar.


34 - NÃO podemos administrar anestésicos com vasoconstrictor
adrenérgico em pacientes:

(A) cardíacos e gestantes;
(B) gestantes e diabéticos;
(C) tireoidectomizados totais e cardíacos graves;
(D) jovens e idosos;
(E) idosos e tensos.


35-O paciente chega ao consultório com um cisto folicular na
região de 38; após anamnese criteriosa, descobriu-se que o
paciente era portador de uma prótese cardíaca e tomava ácido
acetil salicílico diariamente. A conduta ideal para o caso é:


(A) antibióticoterapia e enucleação imediata do cisto;
(B) consulta ao cardiologista da possibilidade de supressão da
medicação anticoagulante e posterior exodontia do 38;
(C) corticoterapia profilática e enucleação imediata do cisto;
(D) corticoterapia profilática com administração concomitante de
ansiolíticos para posterior exodontia do 38;
(E) corticoterapia profilática para remoção cirúrgica do elemento
38 após uma semana.


36 - São instruções pós-operatórias pertinentes à cirurgia de
remoção de um dente retido na região de canino superior direito:
(A)repouso absoluto e bochecho com peróxido de hidrogênio
a 20%;
(B) massagem na região com “diclofenaco” gel e bochecho com
água e sal;
(C) compressa gelada na boca e na face e aplicação de clorexidine
a 0,12% gel no local;
(D) bochecho com anti-séptico bucal e compressa morna no local;
(E) bochecho e compressa morna no local.


37 - São procedimentos usados para se fazer hemostasia no caso
de uma hemorragia transoperatória:
(A)compressão de gaze no local por alguns minutos e irrigação
abundante com água oxigenada (10 vol.);
(B) preenchimento da cavidade óssea com agente hemostático
tipo “Gelfoam” e injeção intra-óssea de solução anestésica
contendo 1:50.000 de epinefrina no local ;
(C) bochecho com água gelada e aspiração emergencial na região;
(D) compressão de gaze no local e curetagem vigorosa;
(E) irrigação com água oxigenada (20 vol.) e fricção de gaze no
local.


38 – As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede
regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único,
organizado de acordo com as seguintes diretrizes:

I - descentralização, com direção única em cada esfera de governo;
II - atendimento integral, com prioridade para as atividades
preventivas, sem prejuízo dos serviços assistenciais;
III - participação da comunidade;
IV - fiscalização permanente por parte do tecido social;
V - financiamento direto por parte das esferas de governo e
indireto, primordialmente por meio de fundos privados de
investimentos e parcerias público-privadas (PPP).
Estão corretas as diretrizes:
(A)I, III e V, apenas;
(B) I, II e III, apenas;
(C) II, IV e V, apenas;
(D) I, II, III e IV;
(E) II, III, IV e V.


39 – Segundo a Lei Orgânica da Saúde, a relação da iniciativa
privada com o Sistema Único de Saúde – SUS se dá através da:

(A)competitividade;
(B) participação majoritária;
(C) obrigatoriedade de participação;
(D) proibição de participação;
(E) possibilidade de participação em caráter complementar.


40 – A Norma Operacional da Assistência à Saúde (NOAS-SUS
01/2002) NÃO tem entre seus objetivos:

(A)centralizar as ações e serviços de saúde no nível federal;
(B) ampliar as responsabilidades dos municípios na Atenção
Básica;
(C) buscar maior eqüidade em saúde;
(D) estabelecer estratégia de hierarquização dos serviços de
saúde;
(E) fortalecer a capacidade de gestão do Sistema Único de Saúde.

 

 

image

Alguem poderia assinalar as questões 38,39 e 40 ???

 

 

 

 

 

 image

 

 

 

Comentários das questões ainda esta semana....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um recado. Agradeço pela visita
Dr. Mário Serra Ferreira
Especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial
Residência em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial
Especialista em Implantodontia
Mestre em Odontologia
Professor Diagnóstico e Cirurgia Bucomaxilofacial UniEvangélica